Todos os textos contidos neste blog são de propriedade intelectual da autora. Proibida reprodução total ou parcial sem autorização.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

O Carnaval de Gilda(1946)

Em Gilda(1946), estrelado por Rita Hayworth e Glenn Ford, temos uma longa, misteriosa e bela sequência do baile de carnaval. A personagem com anseios de ser livre, se mascara, sem saber que coisas estranhas iriam acontecer durante a folia. Hollywood fez muitos filmes em que de repente, o espectador brasileiro se surpreendia com cenas de bailes de carnaval. Especialmente nos anos 30 e 40, onde os bailes de salão, tão deliciosos, eram mostrados  nos filmes quase que fielmente aos do Rio e São Paulo.

Este post é só um petisco, já que estamos no Carnaval. Eis a foto embaixo: Rita Hayworth e Glenn Ford fantasiados!

11 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

É uma bela cena...

Cumprimentos cinéfilos!

O Falcão Maltês

Daniele Moura disse...

É muito lindo mesmo, amigo!

Cumprimentos cinéfilos!!

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Gilda esta "em cartaz" no meu blog desde o dia 15, te espero por lá Daniele.

Parabens pelo Blog, muito bem lembrado a cena do carnaval...

Abração

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Sério? Fez Aniversário dia 15? Meus parabéns atrasados então... Vou editar minha postagem te parabenizando publicamente...

Abração

disse...

Rita está especialmente bonita com essa fantasia! Os bailes de máscara eram um luxo só.
Beijos!

Iza disse...

Oi Daniele. Eu confesso que... amei seu blog. é muito interessante e original. Unique! Também adoro a Rita Hayworth, ela era linda e talentosa e a Gilda era um mulherão né?? Adoro ver ela cantando Put The Blame on Mame, é muito legal. Bom, querida, estou te seguindo aqui já; e te convido para visitar meu blog também. Tenho certeza que você vai adorar. Beijões!

http://vintageiz.blogspot.com

Daniele Moura disse...

Obrigada, Jefferson! Quero ver como ficou!
Eram puro luxo mesmo, Lê!
Iza, seja bem-vinda! Fico imensamente feliz que tenha gostado do meu trabalho!
Um beijo em todos!
Dani

Dilberto L. Rosa disse...

Ah, que filme encantador... Mesmo nas malícias e perfídias, um charme só! Boa lembrança "carnavalesca": só que já estamos no mês das mulheres e nenhum 'post' mágico... Volte logo, minha cara! Abração e apareça sempre!

P.S.: obrigado pelos elogios nos Morcegos - demoraste tanto a por lá aparecer (mesmo com inúmeros comentários meus aqui e no seu outro blogue) que até receei haver algum problema comigo, ré ré!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Olá, amiga Dani, saudades de suas postagens. Não deixe o "Tela Prateada" sem inovações por muitas semanas. Perde-se leitores.
Beijos e volte logo.

O Falcão Maltês

Daniele Moura disse...

Não há nenhum problema contigo, Dilberto. É que eu sou uma pessoa muito distraída, só isso. Perdão.
Pois é, Antonio. Eu sei disso. Eu tenho que aprender a lidar com as minhas quedas de humor e fazer um esforço para escrever sempre. Obrigada pelo conselho!
Um abraço
Dani

Faroeste disse...

Que seja de meu conhecimento, Glenn Ford e Rita Hayworth fizeram dois filmes juntos.
Um deles foi o tão propalado Gilda, e o outro foi Carmem.

Gosto muito mais do Carmem onde, o ciume também é a tônica da fita.

Como observação, não somos apenas nós quem imitamos os americanos em filmes, como aquelas chanchadas brasileiras, que desejavam fazer um cinema parecido com o americano.

Pois está aí a prova de que eles também temtam tirar proveitos de nossa cultura, incluindo em seus filmes passagens de nossa vida nesta boa terra.
jurandir_lima@bol.com.br